domingo, novembro 11, 2007

fim

quinta-feira, outubro 18, 2007

plat du jour

como representar graficamente o tempo no espaço?

Poeticas do Corpo Complicado

como se muda algo da nossa mente que, por mais que nos esforcemos lutar, persiste em nos impedir de algo?

Por mais que saiba que devo andar pra frente, envolver-me intimamente com alguém, não consigo faze-lo! Eu próprio me discrimino a mim próprio! Eu próprio digo que não consigo compreender como alguém será capaz de se aproximar de mim com o intimo intuito de partilha de algo mais... Não admitir isso. Acho que as pessoas não estão preparadas para... Não têm paciência... Não estão...
Ou talvez seja eu, e acabo por projectar isso nos outros... Por não conseguir essa intimidade e se reflicta na forma como me dou as pessoas....
Como é que eu mudo isso!

Perguntaram-me "se fosse o oposto"...respondi que sim, que teria a disposição...

fica isto aqui...não vale a pena dizer que não é assim, que devo mudar a minha postura, que eu também mereço...não é isso! na pratica! vá!

enfim...psicologias a procura de soluções para problemas concretos!!!

terça-feira, setembro 18, 2007

Se cada dia cai

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.

Pablo Neruda (Últimos Poemas)

Etiquetas:

terça-feira, agosto 21, 2007

poéticas do corpo complicado

"um homem só vale aquilo que ama"

Vladimir Nabokov

mais uns dias...vá....

dia 31 de Agosto de 2007 um pouco depois das 9h da manhã....
o dia em que me religarão a banda sonora da minha vida!
alguém que traga a garrafa de champanhe para me partir na cabeça, por favor!

ECOlogic

biocombustiveis, the power of deceptive publicity!!!

Tudo é um pau de dois bicos, mas ha que ficar so com um.....É importante ler o artigo, também desconhecia o efeito...


e já agora, mantendo o registo dentro do verde....

Google amigo do ambiente

Quando o monitor está todo branco (uma página do Word, por exemplo), o computador consome cerca de 74 watts. Quando está todo preto, utiliza, em média, 59 watts. Partindo deste princípio, há alguns meses atrás, Mark Ontkush escreveu um artigo sobre a economia que poderia ser feita se a página do Google possuísse um fundo preto em vez de branco.

Levando em conta a altíssima popularidade do site, seriam economizados, segundo os cálculos de Mark, cerca de 750 megawatts/hora por ano.

Em resposta ao post, o Google criou uma versão toda escura do seu search engine chamada Blackle que funciona exactamente igual à versão original mas consome menos energia.

http://www.blackle.com

quinta-feira, julho 19, 2007

doll face

água na caixa

Estou a passar-me!!!!!!!!!!!!!!

agora está tudo a passar na peneira

eu acho que anda tudo tolinho

deve ser por não ser verão há séria

é a humidade alojada no cérebro, cria mofo...

é uma boa teoria!!!!!!

e como não têm nada na caixa craniana...

a água escorre, escorre…

não evapora

porque não há o devido calor...

vamos comprar bolas de naftalina para atirar a esses cromos

com uma fisga, claro esta...

assim combatemos o cheiro a mofo e evitamos o aparecimento de traças

lol

(que são os amigos dos cromos, e que também são prejudiciais ao bom funcionamento da nossa sanidade mental)

Sim porque nesta história toda o nosso cérebro até reivindica que se faça algo além da discussão....

Boa teoria!!!!!!!!!!!!!

domingo, julho 15, 2007

Passei! Isso ribomba na minha mente! Queria mais, sentimento de insatisfação!Queria melhor! Mais qualidade! Mais livros, mais tempo!Fazer melhor! Saber que posso fazer melhor! O que é que falta então?
De qualquer forma, este post é para agradecer aos meus colegas, aos meus amigos, a minha familia! Colegas da faculdade, do dia-a-dia, das noitadas de trabalho e das noitadas da ribeira, do Piolho!
A ajuda dessas pessoas com quem estou tantas e tantas vezes, foi preciosa! Por vezes decisiva mesmo!
Um grande obrigado a vocês que me ajudaram a sobreviver a mais um ano lectivo, a um ano recheado de peripécias e dificuldades!

segunda-feira, julho 09, 2007

Este é para ti, oh belo!

Quem é belo,
é belo aos olhos e basta.
mas quem é bom...
é subitamente belo!